3 maneiras alternativas de comprar passagens aéreas (sobretudo quando nos jeitos normais tá caro)

3 maneiras alternativas de comprar passagens aéreas (sobretudo quando nos jeitos normais tá caro)

Publicado também no Medium

Para além dos jeitos tradicionais de comprar passagem aérea, como sites das companhias ou agregadores como Decolar.com, Submarino Viagens, Google Flights), eu costumo utilizar também 3 outros mecanismos de pesquisar passagens aéreas, muitas vezes com sucesso de encontrar mais barato.

Antes de começar, vale uma dica: tentem comprar sempre usando a aba anônima do navegador, e se tiver, um proxy ou VPN (pode ser aquele mesmo que você usa pra burlar a Netflix fingindo que você está em outro país).  Muitas vezes, o Google e o Facebook sabem que você está interessado em algum tipo de viagem, e avisa isso pra companhia aérea através dos seus cookies, oferecendo a você preços mais caros sabendo que você já está inclinado a viajar. Certo? Comecemos:

MaxMilhas: O MaxMilhas é um marketplace de milhas aéreas, funciona assim: um usuário pode ir lá e vender suas milhas de quaisquer companhias aéreas pelo valor que ele escolher. Suponha uma passagem aérea que custa R$500 no site da companhia, ou 10 mil milhas. Aí, um usuário desse marketplace vende suas 10 mil milhas por R$400. O que o site faz é intermediar essa transação, e então você consegue comprar essa passagem por R$400, de forma transparente e fácil de usar. Basta acessar o site e usar como se fosse um site de pesquisa de passagens aéreas convencional. Por trás dos panos, o marketplace está rolando. Quando você compra a passagem, o site se encarrega de emitir ela no seu nome, usando as milhas do vendedor.

Zupper: O Zupper é um mecanismo intermediário entre agregador de passagens e agência de viagens. Com o Zupper é possível encontrar passagens aéreas exclusivas disponibilizadas apenas à agências de viagem (igual aquelas que tem em shoppings, por exemplo, só que online), assim como comprar passagens de uma companhia pra ida e outra para a volta. Essa combinação de fatores costuma entregar muitas vezes passagens mais baratas que nos mecanismos tradicionais de pesquisa, e até mesmo passagens de vôos que sequer estão no site da companhia aérea.

Skiplagged: O Skiplagged é um serviço norte-americano que se utiliza de brechas e ineficiências no serviço de aviação para procurar mecanismos de pagar mais barato em passagens. A ideia é a seguinte: supondo que você queira se deslocar de Recife para Brasília. A passagem Recife <> Brasília está R$400. No entanto, a passagem Recife<>São Paulo, com conexão/escala em Brasília está R$350. O que esse site faz é te avisar que você poderia comprar essa passagem Recife<>São Paulo, e então descer em Brasília. Só dá certo se não despachar bagagem, mas juro que ninguém vai te encher o saco se você fizer isso.

Conhece outras? Pfvr me conta nos comentários

Show Comments Hide Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *